Candomblé em Portugal: Candomblé em Portugal: Revista Povo de Santo & Asè nº30 Já nas Bancas

Janeiro 2, 2015 § Deixe um comentário

PSA_30_dezembro_2014_capa

Compre Já!
Somos uma Revista ecuménica, esóterica, com forte incidencia nos cultos Afro-Brasileiros, principalmente Candomblé e Umbanda, com distribuição em Portugal Continental, Regiões Autónomas e Brasil (Bahia).
… A Revista Povo de Santo e Asé é dirigida a todos os interessados na espiritualidade, sem esquecer os cultos Afro. Sabemos que, para viver a espiritualidade na sua plenitude, é necessário conhecer e conjugar todas as suas as suas vertentes. Chama-se a isto ecumenismo ! Na realidade, só se ama e respeita o que se conhece. Continuamos a apostar na autenticidade e na diversidade de todas as formas espirituais , dando voz a todas as vozes.
Acreditamos ainda que cada ser Humano é nosso irmão e Deus, Pai de Todos!.
Edição Semestral Tiragem actual de 15.000 exemplares.

Para Encomendas:
Assinatura:
Assinatura de um ano, ou seja, duas edições: 7€ + portes de envio
Portes de envio:
Nacional: 2,0€ por assinatura ( 2 números)
Europa: 8,00€ por assinatura ( 2 números)
Resto do Mundo: 14,00€ por assinatura ( 2 números)
Edições em falta:
Preços para edições atrasadas da Povo de Santo e Asé!
Peça já o ou os números que lhe faltam para completar a sua colecção:
Cada número: 3,50€ (+ portes de Envio)
Portes de envio:
Nacional: 0.50€ por edição
Europa: 2,00€ por edição
Resto do Mundo: 3,5€ por edição
Colecção completa!
…Não conhecia a Povo de Santo e Asé? Compre a Colecção completa 84,95€ (+ portes de envio).
Portes de envio: a calcular
Envie os seus pedidos para: psantoase@gmail.com

Anúncios

Candomblé em Portugal: Novo Parceiro

Novembro 12, 2013 § Deixe um comentário

Um obrigado especial ao novo parceiro do blog Lendas & Cultos:  Borderchange. Para serviços de excelência, consulte os seguintes links:

http://www.borderchange.pt/

https://www.facebook.com/pages/Borderchange-Lda/348456375300873

Image

Candomblé em Portugal – Comunicado ANACAB / FENACAB sobre a não participação na Feira Internacional “Tra Sogno Magia & Mistério”

Janeiro 2, 2012 § Deixe um comentário

 

 Comunicado Multílingue:

 

A FENACAB (Federação Nacional do Culto Afro-Brasileiro) Coordenação Internacional de Portugal, através da sua representante para o território Europeu – ANACAB (Associação Nacional do Culto Afro-Brasileiro) , vem através do seguinte comunicado, expressar o seguinte:

A FENACAB Coordenação Internacional de Portugal (ANACAB) decidiu unanimemente cancelar a sua participação no evento Feira de Mistério e Magia – “Tra Sogno Magia & Mistério” , que decorrerá no próximo mês de Janeiro, na cidade de Pisa, em Itália.

Tal decisão decorre do incumprimento por parte da organização do referido evento, que a poucos dias do início da Feira, resolveu dar o dito por não dito, negando as condições logísticas acordadas, numa altura em que todo o material para realizar condignamente o evento já se encontra em terras Italianas e em que as passagens aéreas da comitiva da FENACAB Coordenação Internacional de Portugal (ANACAB) já se encontram asseguradas, daí decorrendo o prejuízo monetário facilmente entendível.

 

Recorde-se que a FENACAB Coordenação Internacional de Portugal (ANACAB), foi convidada pela organização do referido evento para participar no mesmo, sendo que todos os contactos e diligências para a sua presença no certame, partiram da parte da sua organização.

 

Tendo por principio imutável e incorruptível cumprir escrupulosamente com o que acorda, a FENACAB Coordenação Internacional de Portugal (ANACAB) recusa-se determinantemente a associar-se com indivíduos, organizações e instituições que não pautem pela mesma conduta moral e cívica, pelo que é esta única e exclusivamente, a razão da não comparência no respectivo certame.

 

Ciente da responsabilidade de representar os Cultos Afro-Brasileiros em geral, e neste caso, o Candomblé e Umbanda em particular, não poderia nunca a FENACAB Coordenação Internacional de Portugal (ANACAB) incorrer em qualquer acordo ou comportamento que comprometa o bom-nome das religiões que acerrimamente defende. Assim, e para que a sociedade global entenda de uma vez por todas que os cultos Afro-Brasileiros não são religiões menores e que são merecedores de tanto respeito como qualquer outra religião, foi esta a decisão tomada.

 

Sem mais de momento e disponíveis para qualquer esclarecimento adicional, assinam:

 

Bábálórísá Jomar D’Ògún –  Coordenador Internacional da Fenacab

Bábálórísá Paulo d’Yemonjá  –  Vice-Coordenador Internacional da Fenacab

 

La FENACAB (Federazione nazionale del culto afro-brasiliana) Coordinamento internazionale del Portogallo, attraverso il suo rappresentante nel territorio europeo – ANACAB (Associazione Nazionale afro-brasiliana), vuole esprimere la seguente dichiarazione :

Il Coordinamento Internazionale FENACAB Portogallo (ANACAB) ha deciso all’unanimità di sospendere la sua partecipazione alla Fiera di Mistero e Magia – “Tra Sogno Magia e Mistero”, che si svolgerà il prossimo gennaio, a Pisa, Italia.

Questa decisione segue in merito al fallimento dell’organizzazione di tale evento, pochi giorni prima dell’inizio della Fiera, l’organizzazione, ha deciso di non dare fondo alla parola data, negando le condizioni logistiche concordate, nel momento in cui tutto il materiale per svolgere decentemente l’evento è gia’ in terra italiana e sono gia’ stati prenotati i vari biglietti aerei per i vari ospiti del Coordinamento Internazionale FENACAB Portogallo (ANACAB) , con il risultato della perdita monetaria .

Si ricorda che il coordinamento internazionale FENACAB Portogallo (ANACAB), è stato invitato dall’organizzazione di questo evento a parteciparvi, con tutte le modalità per la loro presenza all’evento, da parte della vostra organizzazione.

Sulla base di principi immutabili e incorruttibili del rispettare pienamente gli accordi presi, l’International Coordination FENACAB Portogallo (ANACAB) si rifiuta risolutamente di associarsi con individui, organizzazioni e istituzioni che non sono governati da un medesimo comportamento morale e civile, ed è questo solo ed esclusivamente il motivo della mancata presentazione alle conferenze stabilite.

Consapevole della responsabilità di rappresentare la cultura afro-brasiliana in generale, e in questo caso, Candomblé e Umbanda in particolare, non avrebbe mai potuto FENACAB del Coordinamento Internazionale del Portogallo (ANACAB) incorrere in qualsiasi accordo o comportamento che mette in pericolo il buon nome della religione che acerrimamente difende. Così, per far capire alla società globale una volta per tutte che culti afro-brasiliani non sono religioni più piccole e sono degne di rispetto tanto quanto qualsiasi altra religione, pertanto questa è stata la decisione presa.

Essendo l’associazione irremovibile dalla decisione presa al momento, per qualsiasi ulteriore chiarimento e’ possiobile fare riferimento a i seguenti cordinatori :

Jomar Bábálórísá D’Ogun – Coordinatore Internazionale di Fenacab

Paul d’Bábálórísá Yemonjá – Vice Coordinatore Internazionale Fenacab

 

FENACAB (National Federation of Afro-Brazilian Cult) International Coordination of Portugal, through its representative to the European territory – ANACAB (National Association of Afro-Brazilian Cults), issues the following statement, expressing the following:

 

FENACAB’S International Coordination for Portugal (ANACAB) unanimously decided to terminate it’s participation in the event Fair of Mystery and Magic – “Tra Sogno Magic & Mystery,” which will take place next January, in Pisa, Italy.

This decision follows the failure in keeping the agreement by the organization of that event, just days before the start of the Fair, denying the logistic conditions agreed, at a time when all the material to perform decently in the event has already landed in Italy, and FENACAB’S International Coordination for Portugal (ANACAB) plain tickets were already secured, with the monetary loss that is easily grasped.

It is recalled that FENACAB’S International Coordinating for Portugal (ANACAB), was invited by the organization of that event to participate in it, and all the contacts and arrangements for their presence at the Fair, were initiative of the organization.

Based on the immutable and incorruptible principle of keeping it’s word, FENACAB’S International Coordination for Portugal (ANACAB) determinedly refuses to associate with individuals, organizations and institutions that are not ruled by the same moral and civic conduct, and it is this solely and exclusively the reason for the no-show on this event.

Being aware of the responsibility to represent Afro-Brazilian cults in general, and in this case, Candomble and Umbanda in particular, could never FENACAB’S International Coordination for Portugal (ANACAB) take place in any agreement or conduct which endangers the good name of the religions that she staunch advocates. Thus, to make global society understand once and for all that the Afro-Brazilian cults are not smaller religions and that they are worthy of much respect as any other religion, this was the decision taken.

No more at present and available for any further clarification, sign:

 

Jomar Bábálórísá D’Ogún – International Coordinator of Fenacab

Bábálórísá Paul d’Yemonjá –   Deputy International Coordinator of Fenacab

 

Le FENACAB (Fédération nationale des Cultes afro-brésiliens) Coordination Internationale du Portugal, à travers de son représentant sur le territoire européen – ANACAB (Association nationale des Cultes afro-brésiliens), vient à travers de cette déclaration, en exprimant les éléments suivants:

La Coordination Internationale FENACAB du Portugal (ANACAB) a unanimement décidé de mettre fin à sa participation au Salon de Mystère et de Magie – “Tra Sogno Magie et mystère», qui aura lieu à Janvier prochain, à Pise, en Italie.

Telle décision est conséquence du l’échec de l’organisation de cet événement, lorsque seulement quelques jours avant de l’ouverture du Salon, organisation Alterego a décidé de ne pas donner la suite de la proposition donné à FENACAB, niant les conditions logistiques convenu, à un moment où tout le matériel pour mener l’événement sont déjà en territoire italien et dans laquelle les billets de vols de la délégation de l’International de Coordination du Portugal FENACAB (ANACAB) sont déjà obtenus, en résultant de la perte monétaire.

Souvenez-vous que la FENACAB – Coordination Internationale de Portugal (ANACAB), a été invité par l’organisation de cet événement pour y participer, et tous les contacts et les modalités de leur présence à l’événement, venant de la part de votre organisation.

En ayant par principe immuable et incorruptible respecter pleinement ce que ce concorde, la Coordination Internationale FENACAB Portugal (ANACAB) refuse résolument à associer avec des individus, organisations et institutions qui ne sont pas gouvernés par la même conduite morale et civique, pour c’est unique la raison du non-présentation, sur leur évènement.

Consciente de la responsabilité de représenter les Cultes Afro-Brésiliens en général, et dans ce cas, le Candomblé et l’Umbanda en particulier, la FENACAB Coordination Internationale du Portugal (ANACAB) ne pourrait jamais encourir entente ou un comportement qui met en péril le bon nom des religions qu’elle défend ardemment. Ainsi, pour faire comprendre à la société globale, une fois pour toute, que les cultes afro-brésiliens ne sont pas des religions minoritaires et que sont dignes de respect que n’importe autre religion, pour celle-là, on vous communique la décision prise.


Sans plus au présent et disponible pour toute précision supplémentaire,

Bábálórísá Jomar D’Ogun et Bábálórísá Paulo d’Yemonjá

Coordinateur International de la Fenacab / Coordonnateur – Adjoint International de la Fenacab

 

Candomblé em Portugal: Novo número da revista Povo de Santo & Asé já nas bancas

Dezembro 16, 2011 § Deixe um comentário

Já nas bancas a Povo de Santo e Asé nº24!!!!

Compre Já!

Somos uma Revista ecuménica, esóterica, com forte incidencia nos cultos Afro-Brasileiros, principalmente Candomblé e Umbanda, com distribuição em Portugal Continental, Regiões Autónomas e Brasil (Bahia).
… A Revista Povo de Santo e Asé é dirigida a todos os interessados na espiritualidade, sem esquecer os cultos Afro. Sabemos que, para viver a espiritualidade na sua plenitude, é necessário conhecer e conjugar todas as suas as suas vertentes. Chama-se a isto ecumenismo ! Na realidade, só se ama e respeita o que se conhece. Continuamos a apostar na autenticidade e na deversidade de todas as formas espirituais , dando voz a todas as vozes.
Edição Semestral Tiragem actual de 15.000 exemplares.
Acreditamos ainda que cada ser Humano é nosso irmão e Deus, Pai de Todos!.

Para Encomendas:

Assinatura:

Assinatura de um ano, ou seja, duas edições: 7€ + portes de envio
Portes de envio:
Nacional: 2,0€ por assinatura ( 4 números)
Europa: 8,00€ por assinatura ( 4 números)
Resto do Mundo: 14,00€ por assinatura ( 4 números)

Edições em falta:
Preços para edições atrasadas da Povo de Santo e Asé!
Peça já o ou os números que lhe faltam para completar a sua colecção:
Cada número: 3,50€ (+ portes de Envio)
Portes de envio:
Nacional: 0.50€ por edição
Europa: 2,00€ por edição
Resto do Mundo: 3,5€ por edição

Colecção completa!
…Não conhecia a Povo de Santo e Asé? Compre a Colecção completa (nºs 1 a 21) – 39,95€ (+ portes de envio).
Portes de envio: a calcular

Envie os seus pedidos para:
psantoase@gmail.com

Candomblé em Portugal: Orìsás regentes para 2012 – Previsões do Meridelogun (Jogo de Búzios) de Bàbálórísá Jomar d’Ògún

Dezembro 16, 2011 § Deixe um comentário

 

Página volvida, a do ano de 2011, eis que se avizinha 2012:

Ano em que o trabalho de um modo geral e para Portugal e outros países Europeus de um modo particular, terá de ser a alavanca que fará mover a inércia em que estamos mergulhados. Esta inércia, que transporta consigo muitas vezes a fome, desemprego, desentendimentos que sejam pessoais que sejam sociais ou até mesmo políticos, leva-nos a pedir ajuda e reconforto.

As tragédias climatéricas, produtos de egoísmos levados ao estremo durante décadas e décadas por gente desprovida de escrúpulos, que dificilmente nos tempos mais próximos e no ano que se avizinha se dissiparão, faz-nos pedir colo.

Os perigos das possíveis desintegrações de comunidades humanas que se deveriam pautar pela promoção do bem comum, respeitando a individualidade de cada um, de cada país, sem perder de vista o bem de todos, faz-nos clamar por ponderação, banindo assim os egoísmos estéreis.

A eminente perseguição de grupos quer sejam religiosos ou outros, que promovam a vida ou o bem estar do ser humano, faz-nos implorar por uma mão amiga, por um coração que ame verdadeiramente os seus filhos.

Temos que acreditar que todo o esforço pedido em 2012 quer politicamente, quer socialmente ou pessoalmente a cada português, quer europeu e a cada povo em sofrimento físico, psicológico, privado de dignidade ou desprovido de liberdade, é uma “noite escura” que será dourada de sol, de vida, de trabalho que dignifique cada ser humano, de alimento que sacie o físico e o espírito; e de crescimento integral da sociedade humana.

A acompanhar este objectivo que se deseja ver concretizado, mesmo se a médio e a longo prazo, apraz registar alguns pontos no globo menos obscuros, caso as pessoas continuem em primeiro lugar nas escolhas quer politicas quer sociais. Refiro-me à positividade da América Latina, especialmente no Brasil e em alguns pontos de África.

Para cada obstáculo, precisamos de um repouso; para cada gélida crise, precisamos da mão de alguém que nos aqueça o coração. Para cada “escuridão” precisamos de luz recompensadora. Luz que ilumine cada vontade e amortize o impacto que se prevê de certo modo duradouro!

Nada mais reconfortante poderíamos ter neste ano que se avizinha, que a protecção da doce mãe! Aquela que a todos nos abraça e nas sua águas límpidas nos lava de todas as águas: Mãe Osun (Oxum)! Que o seu brilho e a sua luz, possam dourar a nossa ofuscada penumbra.

A acompanha-la nos últimos 6 meses, temos aquele Orixá que sendo alegre, nos traz essa mesma alegria que necessitamos; que sendo jovem nos traz a jovialidade que nos faz ir sempre avante; que sendo um trabalhador caçador, nos ajuda não só a “caçar“ o que precisamos para o conforto do nosso físico, mas também o Asé (Axé) necessário que reconforta o nosso espírito; sendo ainda trabalhador pescador, nos ajuda a pescar em águas límpidas, afim de não nos deixarmos enganar por falsas promessas: Pai Logun Edé!

Apesar de termos a protecção destes Orixás, não se dissiparão os nossos problemas sociais , económicos e políticos; são no entanto uma almofada aonde nos reencontramos para ganhar novas forças e novo animo. Com fé em Olorum (Deus) e os Orixas, havemos de vencer! Que o brilho e o amor dos Orixas Osun (Oxum) e Logun Ode, possa transformar nestes anos de 2012 que se avizinha a nossa “noite escura” num dia pleno e radioso de sol.

Ara ye yeu mãe Osun , Loci Loci Logun Ode.

 

Candomblé em Portugal – FENACAB promove Cultos Afro-Brasileiros em Pisa / Itália

Dezembro 9, 2011 § Deixe um comentário

A FENACAB – Federação Nacional de Cultos Afro-Brasileiros / Coordenação Internacional de Portugal, através da sua representante ANACAB (Associação Nacional dos Cultos Afro-Brasileiros) irá participar pela primeira vez, a convite da organização do evento, na 26ª Feira de Mistério e Magia – “Tra Sogno Magia & Mistério” – , que decorrerá no próximo mês de Janeiro, na cidade de Pisa, em Itália.

O Objectivo da FENACAB / ANACAB é demonstrar, apresentar e divulgar os cultos de matriz Afro-Brasileira em terras Italianas e não só, devido à forte afluência de povos de todo o mundo a este certame, dando especial enfoque ás suas vertentes Candomblé e Umbanda, esclarecendo, explicando e dando mostras da beleza e da grande espiritualidade inerentes a estes formas de culto a Olorun (Deus). A participação assentará em manifestações como palestras, a exposição de indumentárias, instrumentos musicais, artigos litúrgicos e atividades culturais.

A programação a cargo da ANACAB / FENACAB é a seguinte :

07/01 Sábado – Auditorium
17h – Conferência sobre Religiosidade: “O Candomblé” – ministrada pelos Bábálórísá Jomar d’Ogun e Bábálórísá Paulo d’Yemonjá, respectivamente Agabá e Otún Òrísá do terreiro de Candomblé Nação Ketu Ilé Asé Omin Ògún sediado em Portugal; e Coordenador e Vice-Coordenador internacionais da FENACAB;
18h15 – Conferência sobre Cultura Afro-Brasileira, ministrada pelo Coreógrafo e Diretor da Afrossa Carlos Ujhama;
19h – Performance Artística: Manifestações Populares, realizadas pela Afrossa e Centro Nagual;

14/01 Sábado – Sala Fermi
17h – Conferência sobre Religiosidade: “O Candomblé” – ministrada pelos Bábálórísá Jomar d’Ogun e Bábálórísá Paulo d’Yemonjá, respectivamente Agabá e Otún Òrísá do terreiro de Candomblé Nação Ketu Ilé Asé Omin Ògún sediado em Portugal; e Coordenador e Vice-Coordenador internacionais da FENACAB;
17h30 – Conferência sobre Religiosidade: “A Umbanda Omoloko”, ministrada pela Mãe de Santo Elsa  de Iansã e  Pai de Santo Artur de Xangô, do Templo de Umbanda Omoloko TUPOMI – Templo de Umbanda Pai Oxalá e Mãe Iansã, sediado em Portugal;

Compareçam em grande número!!!

A Revista Povo de Santo & Asé fará a cobertura do evento e trará a respectiva reportagem no próximo número!

Onde? 26ª. Feira de Magia de Mistério e Mistério no Palácio do Congresso de Pisa

Como chegar?

De comboio: A estação de comboios de Pisa está localizado junto a uma das principais linhas ferroviárias que ligam o sul da França para Génova, Pisa, Roma, Nápoles, Cosenza e Reggio Calábria, ao longo da costa do Tirreno. O Palácio do Congresso é a 1,4 km da estação central de Pisa. Facilmente alcançável à pé (15 minutos) ou linha de autocarros LAM AZUL – Estação de cima, para baixo Matteotti 2 ou 4.

Informações sobre horários de comboios estão disponíveis no http://www.trenitalia.it

De autocarro: Linha LAM BLUE – estação ferroviária de cima, para baixo Matteotti 2 ou 4.

Informações sobre horários de autocarro estão disponíveis no http://www.cpt.pisa.it

Novembro 8, 2011 § Deixe um comentário

Joaquim Nicolau

A alma de um Artista

in

“Povo de Santo & Asé” – nº 8 – Janeiro 2008

P. S.: gostaríamos de saber, como é que enveredou pelo caminho da representação.

J. N.: Desde criança que sempre tive uma apetência natural para representar pequenas histórias que ouvia. Quando aprendi a ler, lembro-me que no final de cada livro tentava sempre

reconstruir essa mesma história, à minha maneira, sendo que as personagens eram representadas por mim e pelos meus amigos mais próximos, que se sentiam um bocadinho

obrigados, visto eu ser maior e mais velho. (risos). Já na idade adulta descobri que o teatro tinha algo mais que a possibilidade de recriar simples histórias; tinha a possibilidade de me fazer conhecer a mim próprio e aos outros. Foi então que decidi estudar Teatro, e dedicar-me com especial atenção à encenação.

P. S.: Com certeza, que tem noção que é uma pessoa, que pouco a pouco tem conseguido angariar um carinho muito grande do público português. A que acha que se deve isso?

J. N.: Em primeiro lugar creio que esse carinho se deve à minha própria personalidade, pois tento ser genuíno em tudo o que faço, e o público apercebe-se disso. Por outro lado, as personagens que tenho feito na televisão (onde tenho mais visibilidade) têm tido uma carga bastante

simpática e de boa índole, criando assim uma certa energia positiva entre mim e os telespectadores.

P. S.: Já é um local comum perguntar-se. qual é a forma de representação que mais o seduz? Novelas (televisão) ou Teatro (palco)?

J. N.: A resposta também acaba por ser comum, mas a realidade é que se torna muito difícil decidir por uma só vertente, porque o que eu gosto mesmo é de representar personagens

interessantes – sejam elas feitas na televisão, no palco ou no cinema.

O que realmente interessa é a arte da representação em si, e não o local.24

P. S.: em que medida, independentemente das religiões, a espiritualidade tem algum papel na sua vida?

J. N.: Tem um papel fundamental, na medida em que quando estou a trabalhar (por exemplo numa peça de teatro), tento que o meu espírito se esvazie totalmente, de modo a poder aceitar

as energias que o texto e a personagem acarretam. O nível de concentração e abstracção tem de ser muito elevado.

P. S.: em relação aos cultos Afro (Candomblé e Umbanda), alguma vez teve alguma aproximação? ou mesmo curiosidade?

J. N.: Não, para ser sincero nunca tive qualquer tipo de aproximação com esses cultos, mas a ideia que tenho é de que são procurados por muitas pessoas.

P. S.: Acha que a espiritualidade poderá ajudar as pessoas a tornarem-se seres humanos um pouco melhores?

J. N.: Acredito plenamente que sim, mas apenas se a souberem respeitar e “utilizar”.

P. S.: Sabia que em Portugal, como no Brasil, o Candomblé como a Umbanda começam a ter significado quer em qualidade quer em número? No caso afirmativo o que pensa disso?

J. N.: Pois, de facto isso vem de encontro à ideia que eu tinha, de que esses cultos são muito procurados, e a meu ver isso significa que todos nós continuamos à procura de ajuda

espiritual. Os tempos agitados do séc. XXI fazem com que as pessoas se queira refugiar num culto onde se sintam bem – sejam ele qual for. Desde que encontrem neles o apoio

necessário, acho que todos eles são válidos.

P. S.: O que pensa de uma revista como esta voltada para toda a espiritualidade ecuménica e sobretudo para o Candomblé e Umbanda?

J. N.: Acho muito bem que existam este tipo de publicações, onde existe informação honesta e competente sobre o assunto, para poder ajudar as pessoas que procuram e praticam estes e/ou outros cultos.

Where Am I?

You are currently browsing the Uncategorized category at Lendas & Cultos Editora.

%d bloggers like this: